Périplo /ˈpɛ.ɾi.plu/ pé.ri.plo (do Gr. períplous, pelo lat. periplu, circum-navegação) s. m 1 Navegação à volta de um continente, de um mar ou pela costa de um país. 2 Viagem em que se retorna ao ponto de origem. 3 Viagem turística de longa duração. 4 Descrição de uma viagem desse gênero.
5 Produtora cultural brasileira dedicada à realização de projetos de intercâmbio artístico

CONTATO

+55 11 2503-0179
+55 11 2503-0259
contato@periplo.com.br

ENDEREÇO

R. Afonso Celso, 69
Vila Mariana - São Paulo
04119-000

 

PROJETOS ANTERIORES

 

 

 

 

<Artistas & Projetos

Ana-me
Ana-me - Débora Zamarioli e Isis Madi Ana-me - Débora Zamarioli e Isis Madi Ana-me - Débora Zamarioli e Isis Madi Ana-me - Débora Zamarioli e Isis Madi Ana-me - Débora Zamarioli e Isis Madi Ana-me - Débora Zamarioli e Isis MadiAna-me - Débora Zamarioli e Isis Madi Ana-me - Débora Zamarioli e Isis MadiAna-me - Débora Zamarioli e Isis Madi

Ana-me - Débora Zamarioli e Isis Madi

Ana-me, é uma livre adaptação do conto “Amor” de Clarice Lispector. O espetáculo narra, através de divertidos programas de rádio, um dia inusitado da silenciosa Ana, uma dona de casa que se encaixa perfeitamente em sua vida até que um cego mascando chiclete desperta nela um universo repleto de vida, perversidade, erotismo. Porém, ela precisa voltar para casa e preparar o jantar. Mas como voltar para casa e continuar a rotina?

SOBRE ANA-ME

O espetáculo aborda questões relacionadas à vida cotidiana de forma bem humorada e poética. Ana é uma dona de casa que não fala por si só, mas sim através da sua relação com os objetos e com um rádio que a acompanha. Ana se encaixa em sua vida como um desses objetos, até que um dia enquanto voltava das compras no supermercado viu um cego mascando chiclete - é só um cego mascando chiclete - e isso transforma sua percepção do mundo e a conduz para uma epifania. Nesse momento, seus olhos parados passam a enxergar e ela esboça uma possibilidade de transformação, e de encontrar um universo repleto de vida, perversidade, erotismo, tristezas, alegrias, ternura. Porém, ela precisa voltar para casa e preparar o jantar.

O espetáculo foi elaborado para contar a história de Ana de forma surpreendente e delicada, capaz de aguçar os sentidos e a imaginação do expectador. O cenário é composto por painéis customizados que giram pelo palco e se transformam em casa, rua, supermercado, jardim e vários outros lugares por onde Ana circula em seu dia-a-dia. As três atrizes que dão vida à peça se revezam em diferentes personagens e conduzem a dona de casa até seu dilema. Com uma trilha sonora cheia de detalhes e músicas inesperadas, a peça ganha atmosferas envolventes e provocadoras que embalam o público do começo ao fim da trama.

FICHA TÉCNICA

Elenco: Débora Zamarioli e Isis Madi / Criação coletiva de Débora Zamarioli, Isis Madi, Sandra Pestana e Cepeca – Centro Pesquisa em Experimentação Cênica do Ator / Orientação de pesquisa: Armando Sérgio / Pesquisa original: Débora Zamarioli / Dramaturgia: Isis Madi / Figurinos: Sandra Pestana / Trilha Sonora: Débora Zamarioli e Renato Garcia / Cenografia: Pedro Hurpia e Débora Zamarioli, Isis Madi e Sandra Pestana / Assessoria em Malabarismo: Diego Martinez / Produção Original: Teatro de Senhoritas / Distribuição e Agenciamento: Pedro de Freitas - Périplo Produções

DURAÇÃO
55 minutos

CLASSIFICAÇÃO INDICATIVA
12 anos

VÍDEOS
Acesse vídeo completo (parte 1) aqui
Acesse vídeo completo (parte 2) aqui
Acesse clipe aqui

FOTOS
Baixe fotos em alta resolução aqui

NECESSIDADES TÉCNICAS
Baixe aqui