16/02/2014

Timbre 4 apresenta repretório no SESC Belenzinho

O grupo Timbre da Argentina é um dos primeiros parceiros da Périplo Produções desde 2009 quando se apresentou no Festival Internacional de Teatro de São José do Rio Preto.
Para celebrar essa parceria a Périplo Produções realiza sua primeia mostra de repertório com a apresentação dos espetáculos “Tercer Cuerpo”, “Um vento em um violino”, “La Omission de la Familia Coleman”, “Emília e a realização da oficina Curso O Ator e a Cena, do Texto para a Ação com Claudio Tolcachir.
A programação acontecerá de 06 a 16 de fevereiro no SESC Belenzinho.

Tercer Cuerpo
Um escritório em ruínas, a casa de um casal, um bar e um consultório médico: diferentes lugares que se alternam em um mesmo espaço, conjugando a vida de cinco personagens. O que os une é a solidão, a incompreensão e a necessidade de amar. Cinco vidas, cinco desejos, cinco pessoas incapazes. Enquanto isso, se vive, se trabalha, se tenta. Medo de não ser, medo de que saibam quem sou, medo e incapacidade. A história de querer e não saber o que fazer, a história de um tentar absurdo. E querer viver cada dia apesar de tudo.

Datas: 06 e 07/02
Horários: quinta e sexta, às 20h
Local: Sesc Belenzinho – Rua Padre Adelino, 1000
Informações: http://www.sescsp.org.br

Emília
Fissuras familiares vêm a tona com o súbito reaparecimento da babá do título. Emília cuidou do agora chefe de família, agora às voltas com a mulher, o enteado, e as rédeas da vida que imaginava sob controle, até ser sacudido pela lembrança da criança que foi e do amor que a empregada lhe transmitia.
A mesma mulher que décadas depois o acaso põe dentro da nova casa para onde estão se mudando. Tolcachir toma como inspiração a experiência pessoal para compor um drama delicado sobre a dor do outro, em uma estrutura familiar onde, por alguma razão, todos se amam, mas essa razão nem sempre é o amor.

Datas: 08 e 09/02
Horários: sábado, às 20h e domingo, às 18h
Local: Sesc Belenzinho – Rua Padre Adelino, 1000

O Vento num Violino
Mulheres que se amam, procurando desesperadamente um filho. Mães com seus filhos, desesperadas para assegurar-lhes a felicidade. Filhos desorientados, desesperados para encontrar seu lugar. Histórias de seres ricos e pobres buscando-se. A vida; e o amor que atravessa tudo. Que tudo permite. O bem e o mal. O pensar a vida de outra forma e talvez aceitá-la em nome do amor. O espetáculo pode ser entendido como uma história sobre a luta entre o amor e o direito, ou sobre as diferenças sociais e as distâncias criadas por elas. Sobre o desespero do amor e a solidão. Ou, talvez, sobre o surgimento de uma nova forma de família, nascida do erro e do inesperado.

Coprodução do Festival d'Automne de Paris, TEMPO_FESTIVAL das Artes, Festival Internacional Santiago a Mil e Maison des Arts de Creteil.
Realizado com o apoio do Fundo Iberescena de Apoio à Criação.

Datas: 13 e 14/02
Horários: quinta e sexta, às 20h
Local: Sesc Belenzinho – Rua Padre Adelino, 1000
Informações: http://www.sescsp.org.br

A Omissão da Família Coleman
A história de uma família argentina de classe média baixa que atravessa uma situação econômica muito difícil. A mãe é muito infantil para lidar com tudo o que enfrenta. Seus filhos, quatro jovens adultos, têm, cada um, seus próprios problemas. A avó é a autoridade moral da família.

A vida vai correndo com normalidade até ao dia em que a avó fica doente. No hospital, todos aproveitam para se aquecer, comer, tomar banho porque em casa já não é possível. Os conflitos acentuam-se e a família Coleman vai se debatendo entre o absurdo do cotidiano e a violência. A Família Coleman vive no limite da dissolução, uma dissolução evidente, mas secreta convivendo numa casa que os contém e detém, construindo espaços pessoais dentro de espaços compartilhados, cada vez mais complexos de conciliar. Uma convivência impossível, na qual a violência se instala como natural e patética e onde se ignora o outro.

Datas: 15 e 16/02
Horários: sábado, às 20h e domingo, às 17h
Local: Sesc Belenzinho – Rua Padre Adelino, 1000
Informações: http://www.sescsp.org.br

ínamo, a mais recente produçãoo do Timbre 4 será apresentada no Mirada – Festival Iberoamericano de Artes Cênicas de Santos e também em Sorocaba e São Paulo. Nessa produção Claudio Tolcachir compartilha a dramaturgia e a direção com Lautaro Perotti e Melissa Hermida em uma peça que trata da dificuldade de comunicação e da convivência como fatores de transformação da vida.
Em um trailer abandonado em um lugar qualquer do mundo vive Ada, uma artista performer de 75 anos que vive num fluxo maníaco de memórias de um passado desconhecido e que inesperadamente recebe a visita de uma sobrinha, Marisa, que chega para viver junta a ela depois de passar anos deslocada do mundo. Esse encontro revela que naquele lugar vive escondida uma refugiada Harima. Por fim a cena apresenta três mulheres que buscam construir seus futuros a partir da compreensão e da ressignificação de seus passados.
Dínamo é uma coprodução do Tibre 4 com a Fondzione Compania dei Festival – Napoli Teatro, Itália, Fundación Teatro a Mil (Chile), Festival d’Avignon (França), Maison des Arts de Créteil (França), Teatrli La Plaza (Peru), Centro Cultural San Martin (Argentina), SESC São Paulo (Brasil) e com o Teatro Nacional de Bordeaux em Aquitania (França).

Santos – SP
Datas 16 de setembro às 21h e 17 de setembro às 20h
Local: Sesc Santos - Rua Conselheiro Ribas, 136
Informações: http://www.sescsp.org.br
Capacidade: 300 lugares

  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube

2009/2020 - ©Périplo Produções Culturais Ltda

CNPJ 13.025.056/0001-42