07/05/2010

Acorda Zé! A Comadre está de pé!" em cartaz em São Paulo

Consagrado por seu trabalho com a linguagem das máscaras teatrais, Grupo Moitará estreia dia 7 de maio no Teatro Cacilda Becker a consagrada e divertida montagem que teve sucesso de crítica e público no Rio de Janeiro.
Comemorando 22 anos de trajetória, trupe aproxima tipos da cultura popular daqueles da commedia dell'arte.

Acorda Zé! A Comadre tá de pé! é um espetáculo farsesco que retrata o universo cultural brasileiro, fazendo um paralelo entre tipos populares da nossa cultura e personagens da Commedia Dell`arte. O espetáculo contaa epopeia de um personagem Malazarteano – Zé-di-Riba, um cordelista e "contador de causos" que não quer saber de trabalho forçado, "emprego".
Na aurora de mais um dia, Maria, mulher de Zé-di-Riba, escuta na rádio a notícia de um eclipse. Assustada, corre para contar a seu marido, mas encontra-o deitado na rede observando o apagar das últimas estrelas. Maria ralha com ele para que arrume um emprego, mas Zé inventa uma estória fabulosa para se livrar das suas responsabilidades, enquanto o eclipse engole o dia. Zé-di-Riba, adormece em sua rede e sonha que vai procurar emprego na casa de um fanzendeiro, o "Coroné" Leitão. Chegando lá, descobre que seu arquirival já havia ocupado a vaga de Capataz-Conselheiro do "Coroné". O Conselheiro para satisfazer a ociosidade de seu patrão, resolve criar um campeonato de xadrez "organizado" de forma que ele nunca perca. O "Coronépromete a quem ganhá-lo o direito de fazer um pedido. Surge neste instante uma mulher misteriosa e faceira que o vence e sem rodeios faz o seu pedido: que o perdedor se case com ela. Ao descobrir que a vencedora era a comadre Morte, o Conselheiro, tenta negociar um tempo para livrar seu patrão do casamento. Neste momento, Zé-di-Riba bate à porta em busca de emprego. O Conselheiro tem uma ideia de mestre: sugere ao amo que ofereça ao tal Zé um emprego de estagiário real para substituí-lo em caso emergência. Assim, trocando de roupa com ele, quando a Comadre Morte chegasse, levaria o falso "Coroné". Só que o destino aparece fazendo uma grande trapalhada.

Serviço

Acorda Zé! A Comadre está de pé - Grupo Moitará / RJ
Texto e Direção: Venício Fonseca. Com Erika Rettl, Fabiano Manhães, André Marcos e Mariana Bernardes Baltar.

Datas: de 07 de maio a 13 de junho – Sexta e Sábado às 21h e domingo às 19h
Local: Teatro Cacilda Becker - Rua Tito, 295 - Praça Alfredo Weiszflo - Vila Romana - São Paulo
Ingressos: R$ 10 e R$ 5 (abertura da bilheteria uma hora antes da sessão)
Duração: 55 minutos
Classificação etária: 10 anos.
Informações sobre a companhia: www.grupomoitara.com.br

  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube

2009/2020 - ©Périplo Produções Culturais Ltda

Rua Afonso Celso, 69 - São Paulo - SP - Brasil  - 04119-000